Ciclista de costas pedalando em rua com árvores ao redor e vista para o mar no horizonte.

Artigos

Ciclismo nas Províncias Japonesas

Que tal percorrer o arquipélago japonês como um ciclista olímpico?

Compartilhe

O Ciclismo no Japão

O ciclismo no Japão oferece uma enorme variedade de rotas, com vistas de mar azul cintilante, montanhas majestosas e vilas rústicas, proporcionando a oportunidade de explorar caminhos incomuns, conhecer os habitantes locais e se familiarizar com o destino.

Há algo para ver em cada estação - das flores de cerejeira na primavera às cores ricas do outono. A dica é subir em uma bicicleta e conhecer um lado diferente do Japão!

Lojas para alugar bicicletas podem ser encontradas perto da maioria das principais rotas de ciclismo do Japão. É possível escolher a bicicleta adequada ao objetivo, seja uma bicicleta urbana, uma bicicleta de estrada, uma mountain bike ou até mesmo uma e-bike motorizada. Passeios de bicicleta guiados também estão disponíveis em muitos pontos importantes e áreas urbanas, dando aos visitantes uma grande oportunidade de aprender mais sobre a história local e a natureza, além de conhecer novas pessoas.

Lago Towada, Província de Aomori

Lago Towada
Lago Towada

Os ciclistas migram para Aomori (localizada no norte do Japão), para fazer o percurso de ciclismo ‘Towada-Oirase’ que se estende por 24 quilômetros através de um exuberante parque nacional.

É possível pedalar ao longo da rota 102 fazendo paradas na impressionante Correnteza Ashura e nas Cataratas Kumoi, ou seguir no Lago Towada, um lago de 200.000 anos que se estende por Aomori e a Província de Akita.

Ilha Ebisu Daikoku no Lago Towada
Ilha Ebisu Daikoku no Lago Towada

Existem muitas outras rotas de ciclismo em Aomori que permitem desfrutar de vistas espetaculares e especialidades locais, como maçãs e vieiras.

Relativamente inexploradas, as paisagens verdejantes de Aomori, os famosos festivais e os patrimônios mundiais são verdadeiras “joias escondidas”. Caminhar pelo deserto intocado, andar em trens e saborear deliciosos frutos do mar e saquê são apenas algumas das atrações principais.

Em Aomori e arredores, não perca os festivais coloridos de Aomori: Aomori Nebuta, Hirosaki Neputa e Goshogawara Tachineputa, o festival de lanternas de neve e cerejeiras no castelo de Hirosaki; os magníficos parques nacionais Shirakami Sanchi e Sanriku Fukko, as ruínas antigas e os grandes templos, santuários e castelos.

Ise-Shima, Província de Mie

Ponte Uji que leva ao Santuário de Ise na Província de Mie
Ponte Uji que leva ao Santuário de Ise na Província de Mie

Existem muitas outras rotas de ciclismo em Ise-Shima. É possível escolher rotas que levam a locais como a praia de Kou Shirahama, um destino popular caracterizado por suas praias de areia branca, e o Observatório Yokoyama na Ilha de Kashikojima, que sediou o Encontro de Ise-Shima em 2016.

A área de Ise-Shima está repleta de maravilhas, como o complexo do Santuário de Ise, um litoral deslumbrante de frutos do mar frescos. Ou também optar em pedalar pela Península de Shima, começando na estação JR Ugata até o Farol Daio-Saki em Daio (uma cidade que atraiu artistas por sua beleza cênica), depois atravessar a Shima Pearl Bridge e ficar no Observatório Kirigaki para assistir ao pôr do sol na Baía de Ago.

Santuário próximo à costa da cidade de Futami na Província de Mie
Santuário próximo à costa da cidade de Futami na Província de Mie

Há outras dicas para aproveitar a Província e seus arredores, como:

  • experimentar algumas iguarias locais ao longo do caminho;
  • conhecer as cabanas Ama, locais onde servem peixes frescos aos visitantes e os mergulhadores descansam;
  • sentir a atmosfera do Santuário de Ise-jingu;
  • assistir exposições ninja, shows, oficinas e muito mais em Iga Ueno;
  • observar as tartarugas;
  • fazer peregrinações ao longo da Praia de Shichiri Mihama.

 

Andar de bicicleta é a maneira perfeita de conhecer o melhor da região!

 

Leia também:

Trekking e Corrida nas Províncias Japonesas

Caiaque e Canoagem nas Províncias Japonesas

Surf, Rafting e Remo nas Províncias Japonesas

Voltar ao topo