Ursos pretos de pelúcia, com a bochecha vermelha, um dos mascotes do Japão

Artigos

Yuru Kyara: os Adoráveis Mascotes do Japão

Com o importante papel de promover províncias e cidades japonesas, os mascotes regionais têm até uma data especial: dia 11 de maio

Compartilhe

Mario, Pikachu, Totoro, Hello Kitty. Reconhece esses nomes?

Grande exportador mundial de entretenimento, o Japão é o país de origem de alguns dos personagens mais amados da cultura pop. Os irmãos Mario e Luigi, Pikachu, Sonic, Totoro e Hello Kitty são apenas alguns nomes que têm acompanhado diferentes gerações de fãs de games, animes e mangás.

Especialistas na criação de figuras memoráveis, os japoneses também aplicam essa expertise na concepção de mascotes, conhecidos como yuru kyara (que vêm da expressão yurui kyarakuta). Os yuru kyara são mascotes utilizados para promover uma empresa, evento ou até mesmo uma região - estes últimos são conhecidos como gotōchi kyarakuta.

Os personagens regionais conhecidos como gotōchi kyarakuta, ou gotōchi kyara, desempenham um papel de destaque na promoção da cultura local de cidades e províncias japonesas, atuando como seus representantes em eventos e pontos turísticos.

Dia do Mascote no Japão

A importância dos mascotes regionais é tão grande que, desde 2014, eles contam até com uma dia comemorativo próprio. Estabelecido pela Associação de Mascotes Regionais do Japão, 11 de maio faz uma brincadeira com a sonoridade da palavra "gotōchi" (região) e a data 5 (go), 10 (to), 1 (chi).

Os mascotes costumam combinar a estética dos animes modernos com algumas características da região que representam, como cultura, história, fauna ou produtos pelos quais a cidade ou província é reconhecida. O resultado costuma ser um personagem kawaii, ou seja, muito fofo e amigável, com forte apelo popular, que contribui para fomentar o turismo e o desenvolvimento da economia local.

Muito além das relações públicas

Os mascotes regionais começaram a ganhar maior destaque em 2007, quando o governo da cidade de Hikone, da província de Shiga, apresentou o Hikonyan. Criado para celebrar o aniversário de 400 anos do Castelo Hikone, este mascote felino foi inspirado em uma lenda sobre um gato branco que teria salvo Naotaka Ii, o senhor de Hikone, em uma tempestade de raios usando seu miado, e ganhou muita popularidade no país. Seu nome é uma junção do nome da cidade de Hikone, com “nyan”, uma palavra que remete ao miado dos gatos. A figura do mascote, então, foi percebida como um meio de tornar o aprendizado muito mais divertido. Mas não para por aí.

Yuru Kyara: os Adoráveis Mascotes do Japão

Kumamon: o mascote de Kumamoto

Muitos mascotes também têm uma importante contribuição social ao levar conforto para a população em situações extremas. É o caso, por exemplo, de Kumamon, um simpático urso preto de bochechas vermelhas criado em 2010 em Kumamoto, vencedor do primeiro campeonato de Yuru Kyara em 2011. Em 2016, quando um terremoto atingiu a província e deixou milhares de pessoas desabrigadas, Kumamon visitou centros de abrigo para consolar as vítimas do terremoto.

Kumamon: o mascote de Kumamoto

Mesmo semanas depois do ocorrido, ele continuou a apoiar a população local participando de eventos voltados tanto para a reconstrução da região quanto para dar suporte emocional aos moradores. Não à toa, Kumamon foi considerado o mascote regional mais popular do Japão por 40% dos participantes de uma pesquisa conduzida entre outubro e novembro do ano passado pelo Nippon Research Center.

Miraitowa e Someity: os mascotes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020

É impossível não deixar de citar dois personagens que representam o Japão internacionalmente. Miraitowa e Someity são os mascotes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020, e desempenham o papel de embaixadores do evento, assim como da cultura japonesa como um todo. A dupla criada pelo artista Ryo Taniguchi foi escolhida exclusivamente por estudantes de mais de 16 mil escolas de ensino fundamental.

Miraitowa e Someity: os mascotes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020

Miraitowa, o mascote da Olimpíada, representa a união entre tradição e inovação e tem como principal característica um forte senso de justiça. Seu nome é uma combinação das palavras mirai (futuro) e towa (eternidade), enquanto seu design foi inspirado no logotipo de Tóquio 2020, que possui detalhes em azul índigo.

Someity, a mascote da Paraolimpíada, teve seu nome originado em someiyoshino, um tipo popular de flor de cerejeira que também influenciou o seu design. A pronúncia também lembra a expressão em inglês "so mighty", que significa “tão poderosa”, uma alusão à força mental e física dos atletas paralímpicos e sua capacidade de superar obstáculos.

 

Já que falamos sobre os mascotes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020, assista à Minissérie Especial Tóquio – a 100 dias dos Jogos:

+ Primeiro episódio: 'O Legado de 1964'

+ Segundo episódio: 'Entre o Antigo e o Moderno'

+ Terceiro episódio: 'Metrópole em Expansão'

Leia outros artigos sobre os Jogos Olímpicos e Paralímpicos:

+ A tradição do karatê chega aos jogos de Tóquio 2020

+ Presença feminina bate recorde nas competições

+ A História do Japão nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos

+ Como o Japão criou medalhas olímpicas a partir de celulares velhos

+ A tecnologia e sustentabilidade do uniforme olímpico japonês

+ Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio: a competição mais tecnológica da história

Voltar ao topo