Turma da Mônica - Lendas Japonesas | Contação de História: O Coelho da Lua

Artigos

Turma da Mônica - Lendas Japonesas | Contação de História: O Coelho da Lua

Compartilhe

Dando sequência à parceria com a Mauricio de Sousa Produções, agora ampliada com a inclusão da Editora JBC,  apresentamos duas contações de histórias do recém-lançado livro ilustrado Turma da Mônica – Lendas Japonesas. Dentro das diversas narrativas do livro, duas foram selecionadas para serem contadas pelo renomado escritor e poeta André KondoMomotaro O Coelho da Lua, que versam sobre amor, amizade, colaboração, compartilhamento de saberes e generosidade. 

Hoje vamos ouvir O Coelho da Lua:

Com versões das lendas contadas por André Kondo e ilustrações dos estúdios Mauricio de SousaTurma da Mônica – Lendas Japonesas, do JBStudios, novo selo da JBC, é uma verdadeira viagem pelas tradições do Japão. Reúne contos infantis do folclore japonês que ensinam os valores da cultura oriental por meio dos icônicos personagens da Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento. Estão presentes também a dupla Tikara e Keika, personagens criados por Mauricio de Sousa em comemoração ao Centenário da Imigração Japonesa, em 2008, e que estão na história Turma da Mônica: Brasil e Japão, 110 anos de amizade, que inclusive está disponível aqui, marcando o início da parceria com a Mauricio de Sousa Produções.

SOBRE

André Kondo é autor de dez livros, sendo nove premiados, incluindo “O Pequeno Samurai”, finalista do Prêmio Jabuti e M. H. no Prêmio João-de-Barro. Recebeu mais de 300 prêmios literários, com textos publicados no Brasil, Portugal e no Japão. Filho de imigrantes japoneses, morou no Japão e na Austrália. Viajou por mais de 60 países em busca de inspiração. Foi vice-presidente da Academia Nipo-Brasileira de Escritores e é atualmente vice-presidente da Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil e da ANBLA, sendo também membro correspondente da Academia Taubateana de Letras, da Academia Metropolitana de Letras, Artes e Ciências e da ASES - Bragança. Entre suas obras publicadas estão: Cem Pequenas Poesias do Dia a Dia, Contos do Sol Renascente, A Peregrinação das Folhas Caídas e Além do Horizonte.

Mauricio de Sousa é desenhista, empresário, o mais premiado autor brasileiro de quadrinhos e membro da Academia Paulista de Letras. Nasceu em 27 de outubro de 1935, numa família de poetas e contadores de histórias em Santa Isabel, no interior de São Paulo. Ainda criança, mudou-se para Mogi das Cruzes, onde descobriu sua paixão pelo desenho e começou a criar os primeiros personagens. Com 19 anos, foi para São Paulo tentar trabalhar como ilustrador na Folha da Manhã (hoje Folha de S.Paulo). No entanto, conseguiu apenas uma vaga de repórter policial. Em 1959, publicou sua primeira tira diária, com as aventuras do garoto Franjinha e do seu cãozinho Bidu. As tiras de Mauricio de Sousa espalharam-se pelos jornais de todo o país, levando-o a montar um estúdio que hoje dá vida a mais de 400 personagens. Em 1970, lançou a revista Mônica e, em 1971, recebeu o mais importante prêmio do mundo dos quadrinhos, o troféu Yellow Kid, em Lucca, na Itália. Seguindo o sucesso de Mônica, outros personagens também ganharam suas próprias revistas, que já passaram pelas editoras Abril e Globo e atualmente estão na Panini. Dos quadrinhos, eles foram para o teatro, o cinema, a televisão, a internet, parques temáticos e até para exposições de arte.   

Voltar ao topo