Foto da exposição  'Parade – um pingo pingando, uma conta, um conto', de Yuko Mohri.

Novidades

Prorrogação da exposição 'Parade – um pingo pingando, uma conta, um conto' até 21 de novembro

Devido ao grande sucesso, a exposição individual e inédita da artista visual Yuko Mohri fica em cartaz por mais alguns dias

A mostra 'Parade – um pingo pingando, uma conta, um conto' ganhou uma nova data de encerramento: 21 de novembro de 2021

As delicadas, porém potentes, instalações da artista japonesa apresentam ideias como transitoriedade e impermanência, conceitos muito presentes na cultura nipônica, criando ecossistemas compostos por esculturas cinéticas e sonoras.

 

Tendo como ponto de partida duas das principais obras de Yuko Mohri: Parade e Moré Moré, ‘Parade – um pingo pingando, uma conta, um conto’, a instalação criada especialmente para a Japan House São Paulo, exalta a filosofia japonesa do 'yo no bi' , ressignificando objetos e utensílios comuns em suas obras, ressaltando o belo no ordinário. Do filósofo japonês Soetsu Yanagi (1889-1961), o conceito 'yo no bi' valoriza a “beleza dos objetos cotidianos”.

Saiba mais sobre a exposição:

+ Parade – um pingo pingando, uma conta, um conto

Saiba mais sobre o conceito 'yo no bi':

+ Yō no bi - a beleza nos objetos do cotidiano

Assista também à série JHSPdrops sobre a exposição de Yuko Mohri:

+ JHSPdrops com Martin Corullon

+ JHSPdrops com Noemi Jaffe

+ JHSPdrops com Adriana e Alberto Tufaile

+ JHSPdrops com Daniel Daibem

Voltar ao topo