Carpas alaranjadas nadando em lago com fundo escuro.

Artigos

Nishikigoi: as Carpas de Origem Japonesa

O termo "joia viva" associado à espécie tem origem nos padrões na pele das carpas ornamentais - as cores e padrões surgem naturalmente e não existem dois peixes iguais

Compartilhe

Nishikigoi, as carpas de origem Japonesa

As carpas Nishikigoi nasceram no Japão, país com solo rico e água de boa qualidade - provenientes das quatro estações do ano bem definidas. No Dia das Crianças, que acontece em maio no país nipônico, o koinobori - flâmulas em formato de carpas - é hasteado com o pedido para o crescimento, proteção e sucesso das crianças, e é possível vê-las pelo Japão todo. Considerados um bom presságio, as nishikigoi também são retratadas nas pinturas de estilo japonês (‘nihonga’) que tem por característica o belo uso de cores, representando a beleza da estética japonesa.

A aparição das carpas nishikigoi como peixes ornamentais aconteceu em meados da era Edo (de 1600 a 1866) onde está localizada a província de Niigata. Desde então, a cultura se espalhou por todo o Japão e muitas variedades (diz-se que há mais de 100 tipos de nishikigoi hoje) surgiram graças à natureza do país.

As nishikigoi, são peixes tranquilos, não brigam por território, se adaptam bem às mudanças de temperatura da água e crescem de acordo com a dimensão dos lagos e aquários - portanto, existem em vários tamanhos, de pequenas a carpas com mais de 80 cm. Em ambientes bem estruturados, podem crescer até 60 cm ou mais no período de 2 a 3 anos, mas seja qual for o tamanho elas nos encantam com os belos padrões coloridos, característica única deste peixe. A forma do seu corpo é comparada com a de um lutador de sumô - um corpo com formato de torpedo e um dorso musculoso.

Assista:

https://youtu.be/8kEoV5ajEtA

 

O termo "joia viva" associado à espécie tem origem nos padrões na pele das carpas ornamentais, semelhantes ao nishiki, os padrões multicoloridos e luxuosos de brocados de seda. As cores e padrões surgem naturalmente e não existem dois peixes iguais. No Brasil as carpas nishikigoi podem ser apreciadas no lago do Pavilhão Japonês que fica no Parque Ibirapuera - as belas nishikigoi nadam tranquilamente acalentando os corações.

As nishikigoi originais do Japão encantam vários apreciadores do exterior também. Elas são exportadas para países da Europa, como Alemanha, Suíça entre outros, para a América do Norte e para vários países da Ásia, espalhando o seu charme pelo mundo todo.

Hiroshima: o Lar das Nishikigoi e o Território de Paz

Hiroshima, que fica de frente para o Mar Interno de Seto, é conhecida como a “Cidade das Carpas”. Muitas nishikigoi viviam no fosso externo do castelo “Rijo - que foi interligado com o rio que atravessa o centro da cidade.

Em Hiroshima também encontram-se a Cúpula da Bomba Atômica e o Santuário de Itsukushima, ambos patrimônios mundiais.

Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1996, a Cúpula recebe visitas de pessoas do mundo todo, além de ser uma reflexão sobre o ônus causado pelas guerras e a importância de se cultivar a paz.

--

Leia também:

+ Koinobori: O Símbolo do Dia das Crianças

+ Conheça as novas páginas do Almanaque Kokoro

Voltar ao topo