Novidades

Experiência JHSP em Recife

Parte da programação da exposição itinerante Japonésia, em cartaz no museu Cais do Sertão, em Recife, a Experiência JHSP apresenta um jantar com os chefs Telma Shiraishi e André Saburó

Experiência JHSP: uma viagem gastronômica pelo Japão com os chefs Telma Shiraishi e André Saburó

A Japan House São Paulo vai além das fronteiras do Estado de São Paulo e anuncia mais uma Experiência JHSP, pela primeira vez de forma presencial, no dia 3 de agosto (quarta-feira), às 19h, no Cais Rooftop Lounge, localizado no Museu Cais do Sertão. A experiência será comandada pelos chefs Telma Shiraishi (remoto), do Restaurante Aizomê (São Paulo), e André Saburó, do Quina do Futuro (Recife), e contará com o apoio da The House of Suntory.

Japonésia, de Naoki Ishikawa

 

O encontro tem como objetivo agregar as referências e a beleza retratadas nas imagens do fotógrafo Naoki Ishikawa, artista da exposição Japonésia – em cartaz no museu Cais do Sertão até 28 de agosto, e oferecer um menu reunindo os sabores evocados pelas imagens com os ingredientes e temperos locais. Como parte da experiência, o público poderá visitar a mostra das 17h às 19h, para uma primeira expedição ao arquipélago nipônico.

Saiba mais sobre a exposição:

Japonésia em Recife

 

Do sul ao norte do Japão

Naoki Ishikawa apresenta o mar como elemento de grande importância dentre suas obras. A exposição, com particularidades do arquipélago japonês, ressalta a diversidade com imagens de mais de 20 ilhas. A diversidade vai desde as ilhas de Okinawa e Kagoshima, ao sul, passando pela província de Aomori e se conectando ao norte do país, em Hokkaido.

Sobre a Experiência JHSP

O local e o sazonal, emoldurados pelas impressões de um Japão diverso e vibrante, inspiram um menu apresentado em cinco tempos:

Hotate to umibudou: vieiras e algas em esferas, uma receita que busca harmonizar as riquezas de duas ilhas nipônicas distantes: Hokkaido, no extremo norte, famosa por suas vieiras, e Okinawa, no extremo sul, com a adorada alga em forma de microesferas, conhecida como “uva do mar”.

Rafael Salvador

Ichigo-ni pernambucano: receita emblemática da província de Aomori, é um caldo profundo e translúcido servido com as riquezas do mar – no caso, ouriço e abalone. A versão pernambucana emoldura o esplendor de sua costa utilizando camarões e lambretas.

Taiyou maguro: tem como estrela uma das grandes dádivas do mar, o atum. Inspirado no processo de cura de peixes com sal no Japão, bem como na cura de carne vermelha com sal em Pernambuco, André Saburó desenvolveu o atum do sol, acompanhado do mousseline de inhame e queijo coalho, farofa de shisô e cebolas caramelizadas.

Tako to kuromai: muito apreciado nos dois lados do mundo por seu sabor e textura, o polvo, acompanhado de arroz negro (produção famosa da ilha de Kyushu) com cogumelos e aioli de alho negro (especialidade de Aomori), é grelhado ao dashi com açafrão.

Rafael Salvador

Sanshoku choux cream: para adoçar o paladar, mini choux cream em três sabores: baunilha, matchá e chocolate, uma receita de yogashi que conquistou o mundo ao aperfeiçoar uma receita clássica francesa.

The House of Suntory

Cada passo do menu será harmonizado com uma carta de drinks selecionada, preparados com a vodka premium Haku, o Gin Roku e o whisky Chita, da The House of Suntory, incluindo o Bloody Umami Mary, uma releitura assinada pela chef Telma Shiraishi do famoso Bloody Mary, e o Yamase, opção refrescante com gin, cordial de melão Cantalupo pepino, hortelã e club soda.

Rafael Salvador

Curiosidades sobre as províncias

Okinawa

Ishigaki, em Okinawa ©JNTO

A província mais ao sul do Japão, Okinawa é um arquipélago com uma história de reino independente. A região possui clima subtropical bastante característico e é também o berço do karatê, destacando-se pelas ruínas e os castelos restaurados dos reis Ryukyu e magníficas praias, com uma incrível variedade de corais e vida submarina. É possível descobrir os encantos de Okinawa desde a cidade de Naha, a Ilha Ishigaki, a Ilha de Miyako ou as Ilhas Kerama.

Fonte: © JNTO -Japan National Tourism Organization

Kagoshima

Vulcão Sakurajima em Kagoshima ©JNTO

Localizada no extremo sudoeste da ilha de Kyushu, a província de Kagoshima é composta por um conjunto de ilhas que se estendem por centenas de quilômetros, sendo o grupo mais importante o das Ilhas Amami. Com menos de 600 mil habitantes, o território abriga uma série de vulcões ativos e adormecidos. O mais conhecido é o Sakurajima, um dos mais ativos do Japão.

Como destaques da região também temos o Centro Espacial da ilha de Tanegashima, a principal base de foguetes do Japão.

É possível descobrir os encantos de Kagoshima não somente nas Ilhas Amami, com suas belíssimas praias rústicas e recifes de corais deslumbrantes, mas também nas áreas de Ibusuki, Kirishima e Yakushima, com suas antigas florestas que são consideradas Patrimônio Mundial.

Fonte: © JNTO -Japan National Tourism Organization

Aomori

Castelo de Hirosaki ©AOMORI Prefectural Government

Paisagens naturais, florestas primitivas, maçãs, arte de arrozal, arroz e saquê, frutos do mar e neve. Relativamente inexploradas, as paisagens verdejantes de Aomori, os seus famosos festivais e os patrimônios mundiais são verdadeiras “joias escondidas”. Caminhar pelo deserto intocado, andar em trens aquecidos e saborear deliciosos frutos do mar e saquê são apenas algumas das atrações principais.

É possível explorar as áreas de Hirosaki e seus arredores, com suas florestas , cachoeiras e seu castelo tradicional ou descobrir os encantos do Lago Towada e sua exuberante região.

Fonte: © JNTO -Japan National Tourism Organization

Monte Fuji

©Fuji City

A 3.776 metros, o Monte Fuji é o pico mais alto do Japão, resultado da atividade vulcânica que iniciou há aproximadamente cem mil anos. Um dos símbolos mais emblemáticos do país, viajantes de todo o mundo se dirigem às províncias de Shizuoka e Yamanashi para visitar essa montanha inspiradora, aproveitando o seu entorno para atividades de caminhadas, acampamento ou simplesmente para relaxar.

Para os japoneses, no entanto, o Monte Fuji há muito tempo é considerado um lugar de importância espiritual e uma fonte de inspiração artística. Um lugar espiritual, ícone cultural e uma maravilha geográfica.

Fonte: © JNTO -Japan National Tourism Organization

Hokkaido

Parque Nacional de Akan-Mashu ©JNTO

O deserto de Hokkaido oferece inúmeras atividades ao ar livre, e suas cidades, aninhadas entre montanhas e lagos, oferecem delícias culinárias e culturais. Como destaques, as encostas de Niseko e Rusutsu - um sonho para os amantes de neve em pó, as colinas das fazendas de lavanda, frutos do mar e produtos frescos: ouriço do mar, sushi, melão, milho, sorvete, e a floresta intocada dos parques nacionais da província.

Sobre os chefs:

André Saburó

André Saburó Matsumoto é o chef que comanda o Quina do Futuro, um dos principais restaurantes de culinária japonesa do Brasil, localizado na cidade de Recife, em Pernambuco, que foi fundado em 1986 por seu pai. Em 2018 e 2019, Saburó foi eleito Sushiman do Ano pela premiação da revista Prazeres da Mesa, considerada de suma importância para o setor gastronômico nacional.

Telma Shiraishi

Nascida em São Paulo, mas criada no interior, Telma Shiraishi é chef de um dos melhores e mais tradicionais restaurantes japoneses de São Paulo (e do Brasil), o Aizomê. Além disso, é Embaixadora da Boa Vontade da Difusão da Culinária Japonesa no Brasil e também está à frente dos jantares e banquetes do Consulado do Japão em São Paulo. Em 2022, foi eleita Melhor Profissional de Cozinha Japonesa no prêmio Melhores do Ano, da revista Prazeres da Mesa.

Faça sua inscrição e participe!

O evento conta com lugares limitados e o ingresso deve ser adquirido com antecedência, ao valor de R$330,00 por pessoa, que inclui o jantar e harmonização com uma bebida por prato. Bebidas adicionais poderão ser adquiridas à parte. O jantar terá início às 19h, com tolerância de 10 minutos.

Participe

 

Serviço:

Experiência JHSP: uma viagem gastronômica pelo Japão com os chefs Telma Shiraishi* e André Saburó

*A chef Telma Shiraishi participará remotamente.

Quando: 3 de agosto de 2022 (quarta-feira)
Horário:
- exposição aberta para visitação | das 17h às 19h
- jantar | às 19h (10 minutos de tolerância)
Onde: Cais Rooftop Lounge
Endereço: Av. Alfredo Lisboa, 04 - Recife/PE
Valor: R$330,00
Inscrição: via Sympla (vagas limitadas)

Voltar ao topo