‘Lounge Esportivo: Tokyo 2020’ no térreo da Japan House São Paulo

Novidades

Os Destaques Paralímpicos de Tokyo 2020

Confira um compilado dos momentos mais marcantes dos Jogos Paralímpicos deste ano

Show de medalhas e momentos inesquecíveis

Depois de medalhas, pódios e muitas competições, chegaram ao fim os Jogos Paralímpicos de Tokyo 2020, e a JHSP fez um resumo dos momentos mais marcantes das últimas semanas no Japão.

Bandeira com símbolo dos Jogos Paralímpicos e bandeira do Japão, hasteadas lado a lado. O fundo da imagem é preto.
Koki Nagahama/Getty Images Sport pela Getty Images

Com 22 medalhas de ouro em Tokyo 2020, o Brasil ultrapassou a marca de 100 subidas ao lugar mais alto pódio na história das Paralimpíadas. O centésimo ouro chegou pelo atletismo, com Yeltsin Jacques.

Dois atletas de atletismo, Yeltsin Jacques e o atleta-guia, com jaqueta amarela e verde, de braços levantados acenando para arquibancada com medalha de ouro no peito. Ao fundo, arquibancada de estádio desfocada.
Buda Mendes/Getty Images Sport pela Getty Images

Os atletas brasileiros também repetiram o recorde de 72 medalhas no total, igualando a campanha de Rio 2016. Na foto, o ouro inédito da halterofilista Mariana D'Andrea.

Atleta halterofilista Mariana D'Andrea, com jaqueta amarela e verde, levanta a medalha de ouro em frente de seu rosto. Atrás dela é possível ver um carpete preto com o escrito TOKYO 2020 em letras brancas e símbolo dos Jogos Paralímpicos ao fundo.
David Fitzgerald/Sportsfile pela Getty Images

Com quebra de recorde paralímpico e mundial, Beth Gomes foi um dos destaques brasileiros ao conquistar a medalha de ouro no lançamento de disco aos 56 anos.

Beth Gomes, atleta de lançamento de disco, com regata amarela sentada em cadeira de rodas, segura bandeira do Brasil emocionada.
Tasos Katopodis/Getty Images Sports pela Getty Images

Um dos nomes mais vitoriosos do esporte paralímpico, Daniel Dias fez sua despedida dos Jogos conquistando três medalhas de bronze nas piscinas japonesas.

Atleta Daniel Dias, nadando em piscina azul com divisórias amarelas, com touca preta com bandeira do Brasil e o escrito "D. Dias" em letras brancas.
Adam Pretty/Getty Images Sport pela Getty Images

Outro destaque da natação foi Carol Santiago, primeira brasileira a ganhar três medalhas de ouro em uma mesma edição de Jogos Paralímpicos, além de uma prata e um bronze.

Atleta Carol Santiago, da natação, com jaqueta amarela e verde, segura medalha de ouro em uma mão e mascote paralímpica em outra. Atrás dela, símbolo dos Jogos Paralímpicos em branco com fundo azul claro.
Lintao Zhang/Getty Image Sport pela Getty Images

O Futebol de 5 brasileiro manteve a hegemonia e alcançou sua quinta medalha de ouro paralímpica. Na campanha em Tokyo 2020, a seleção não levou sequer um gol.

Atletas do Futebol de 5, com jaqueta amarela e bermuda preta, se abraçam comemorando vitória em campo de futebol. Ao fundo, arquibancada em desfoque.
Buda Mendes/Getty Images Sport pela Getty Images

Com exceção do Futebol de 5, o Brasil nunca havia ganhado uma medalha dourada em esportes coletivos nos Jogos Paralímpicos. Essa história mudou em Tokyo 2020, com o título do goalball masculino.

Atletas de goalball, com blusa amarela e verde e calça preta, comemoram vitória em quadra, junto com membros da equipe vestidos de preto.
Kiyoshi Ota/Getty Images Sport pela Getty Images

Já está com saudades dos Jogos?

Enquanto os Jogos de Paris em 2024 não chegam, aproveite os últimos dias para visitar o ‘Lounge Esportivo: Tokyo 2020’ na Japan House São Paulo, em cartaz até o dia 12 de setembro.

 

‘Lounge Esportivo: Tokyo 2020’ no térreo da Japan House São Paulo.
Voltar ao topo